Jejum intermitente saiba tudo- prós e contras- como fazer

jejum-intermitente-dicasdacema-1




Jejum intermitente saiba tudo aqui

Olá amigas e amigos. A dica de hoje é sobre saúde. Vamos falar sobre um assunto bem polêmico. O jejum intermitente. Nesta postagem de hoje eu trouxe todas as informações que você precisa para formar a sua opinião sobre o jejum intermitente, os prós e contras, e caso decida fazer, também vou colocar dicas e orientações de como iniciar o seu jejum intermitente. Mas é muito importante lembrar que qualquer tipo de mudança em seus hábitos alimentares, o ideal é procurar a orientação de um profissional da saúde, nutricionista, nutrólogo, etc.
Para você entender melhor do que se trata vamos aos detalhes da prática de jejum intermitente.




Vídeo>>Jejum Intermitente Para Emagrecer | Como Fazer by Vinícius Possebon




Jejum intermitente é o que mesmo?

Este é o nome que se dá á pratica que alterna períodos em jejum com períodos onde a pessoa se alimenta. Ou seja, você alterna períodos sem comer nada, somente água e períodos em que você faz a refeição. Períodos maiores que de costume. O jejum intermitente intercala períodos sem e alimentar com períodos de alimentação com uma pausa maior se, alimentos, ou menos de acordo com o tipo de jejum que você optar. No jejum intermitente não é escolhido o que você vai comer e sim quando você vai comer e quando vai ficar sem comer, e por quanto tempo isso vai ocorrer.

De onde surgiu o Jejum Intermitente

jejum-intermitente-dicasdacema-2
O jejum intermitente não é uma pratica nova, na verdade ela já era aplicada e desde os tempos antigos. Os primeiros homens costumavam comer somente quando tinham a necessidade ou a fome real, e quando isso ocorria era necessário caçar, preparar os alimentos de forma muito mais demorada que a atual, já que tudo era muito mais difícil, e com isso se passavam longos períodos até que eles vinham a se alimentar. 
A pratica de jejum não é uma coisa nova, e já é adotada por algumas religiões como forma de purificação e busca pelo divino a muito tempo. O uso para perder peso é que é mais recente.
O movimento crescente de pessoas que utilizam o Jejum intermitente como forma de emagrecimento teve início em 2012, após o jornalista Britânico britânico Michael Mosley lançar um documentário chamado “Eat, Fast & Live Longer” que traduzido é algo como, Coma, jejue e viva mais. Neste documentário o Michel Mosley se submeteu a restrições alimentares e a pratica de jejum e demonstra alcançar resultados saudáveis. O documentário produzido pela BBC fez um enorme sucesso, o que levou o jornalista escrever e publicar um livro sobre o tema com o título traduzido para nosso idioma de a dieta dos dois dias, por conta do tipo de jejum intermitente que é apresentado no livro.


Quais as vantagens do jejum intermitente


O que tem levado a maioria das pessoas que entram nessa nova onda de jejum intermitente é a possibilidade de emagrecer. Mas não é só isso que esta pratica alimentar faz.
Além de auxiliar na perda de peso, o jejum intermitente auxilia em muitas outras coisas. Vamos aos benefícios explicados.


  • Perda de peso com Jejum intermitente:

jejum-intermitente-dicasdacema-3
Obviamente se você retirar uma ou duas das suas refeições vai se alimentar menos, ingerindo menos calorias. Ainda que você compense comendo mais na próxima refeição ainda não vai querer repor tudo o que consumiria, se seu objetivo e emagrecer. Você terá mais tempo no organismo queimando o que ingeriu do que ingerindo mais alimentos. Caso você opte por um período em jejum de mais de 12 horas seu corpo entra em cetose, o que faz com que a gordura acumulada do seu corpo passe a ser consumida, auxiliando no emagrecimento.
Mas aí você pensa, nossa 12 horas e muito, mas se pensar bem 6 a 8 horas você já passa dormindo, apenas pulando o café da manhã ou o jantar já alcançará as 12 horas facilmente.
Portanto essa informação de que o jejum deixa seu metabolismo lento já pode ser contestada se apenas souber como manejar o tempo entre jejum e alimentação.
Com base nisso, o jejum intermitente emagrece de duas formas, diminuindo a quantidade do que você come, por conta da refeição ou refeições que você pula, e por conta do aumento no consumo de energia , já que o corpo busca os estoques de gordura para repor a falta de alimentação nos períodos em jejum.

  • Aumento do HCG com jejum intermitente

O HCG ou hormônio do crescimento é importante em nosso organismo por várias razões, e dentre elas está a de construir a massa muscular, e também a de queimar as gorduras acumuladas.

  • Promover a autofagia celular com o jejum intermitente

Muito se fala também sobre a vantagem de viver mais e melhor com o jejum intermitente, mas como e porque isso acontece. Pois bem vamos explicar. Quando ficamos longos períodos em jejum o corpo que não para nunca, busca outras fontes para adquirir a gordura e energia. Isso faz com que as células do nosso corpo promovam uma espécie de reciclagem ou seja se auto reparam, promovem uma quebra de gordura e metabolizam proteínas danificadas, e com isso prevenindo o corpo contra doenças como câncer e mal de Alzheimer.
Jejum intermitente ajuda a combater os radicais livres e o stress oxidativo que é apontado como o responsável por várias doenças degenerativas do nosso corpo.


  • Jejum intermitente previne contra várias doenças do coração

Além dos vários benefícios apontados acima, também vou listar alguns benefícios apontados como resultado da pratica do jejum intermitente, relacionados à prevenção de doenças cardíacas que são:
Controle da pressão sanguínea,
Melhora nos níveis de Colesterol total e LDL,
Mais equilíbrio nos níveis de Triglicérides,
Diminuição dos processos inflamatórios
Melhor controle e equilíbrio da Glicemia sanguínea


  • Jejum intermitente previne contra mal de Alzheimer e outras doenças neurodegenerativas

Embora ainda não existam comprovações em estudos em humanos para esta afirmação, estudos em laboratório com ratos confirmaram que períodos de jejum intermitente atrasaram a aparição das doenças e em alguns casos diminuíram a sua severidade. Haja vista que é uma doença que não possui cura apenas tratamento, o fato de haver uma possibilidade de diminuir ou demorar mais sua manifestação no organismo já é um ponto altamente positivo.
E além da prevenção no caso do mal de Alzheimer também foram apontados resultados positivos quanto a diminuição de outras doenças neurodegenerativas como doença de Parkinson e doença de Huntington.
Ainda faltam conclusões de estudos em humanos para confirmar que os mesmos  benefícios também se aplicam a nós, mas a possibilidade de existirem já é um bom incentivo para começar a praticar o jejum Intermitente.


  • Mais disposição com Jejum Intermitente


Além das vantagens apresentadas acima, pessoas que tem praticado o Jejum intermitente costumam relatar uma melhora na disposição além de uma maior clareza mental e capacidade de concentração.


Quais as desvantagens do jejum intermitente



  • Pode desencadear compulsão alimentar


Devido ao tempo em jejum o momento da quebra pode resultar em compulsão alimentar, ou seja, a pessoa pode comer descontroladamente causando um efeito contrário ao resultado desejado. Por conta disso é importante já ter em mente o que vai comer na sua quebra do jejum para não abusar das calorias.


  • Mudança de hábitos enraizados

Para quem já tem hábitos alimentares enraizados como beliscar sempre, tomar um cafezinho toda hora, comer lanches entre refeições, adotar a pratica do jejum pode ser algo muito difícil, já que terá de modificar radicalmente seus hábitos. Nesse caso é bom que haja um acompanhamento profissional a fim de orientar quais as opções para adaptar seus hábitos ao novo estilo de alimentação.
jejum-intermitente-dicasdacema-4

Quais os benefícios do jejum intermitente



Veja alguns dos benefícios obtidos com a pratica do jejum intermitente. Alguns ainda são necessárias mais pesquisas e confirmações científicas, porém já são observadas como resultado do jejum intermitente.

  • Acelera o metabolismo;
  • Ajuda a regular a pressão;
  • Aumenta a concentração;
  • Aumenta os níveis de hormônio do crescimento;
  • Auxilia na perda de peso e emagrecimento;
  • Controle da pressão sanguínea;
  • Diminui a ansiedade;
  • Diminuição da circunferência abdominal
  • Diminuição da gordura corporal
  • Diminuição dos processos inflamatórios
  • Facilita o preparo da comida;
  • Mais equilíbrio nos níveis de Triglicérides,
  • Melhor controle e equilíbrio da Glicemia sanguínea
  • Melhora a reparação celular;
  • Melhora nos níveis de Colesterol total e LDL,
  • Menos fome, mais saciedade;
  • Para quem trabalha, são menos marmitas na mochila;
  • Pode prevenir o Mal de Alzheimer;
  • Previne a resistência à insulina
  • Previne certos tipos de câncer;
  • Propicia uma melhora hormonal;
  • Reduz a depressão;
  • Reduz a resistência à insulina;
  • Reduz inflamações;
  • Reduz o colesterol ruim;
  • Reduz os riscos de contrair alguns tipos de câncer
  • Reduz os riscos de contrair alguns tipos de doenças do coração
  • Reduz os riscos de diabetes,

Quais os riscos do jejum intermitente

Em alguns casos o jejum intermitente pode desencadear anorexia e efeitos colaterais negativos associados ao jejum, tais como dores de cabeça, tonturas e incapacidade de concentração.
Pessoas com doenças existentes como diabetes não é recomendável a pratica do jejum já que longos períodos em jejum podem provocar a hipoglicemia em portadores de diabetes.
A pratica do jejum Intermitente pode causar em algumas pessoas a diminuição de testosterona e níveis de triodotironina (hormônio essencial para o bom funcionamento da tireóide).
E também o óbvio que é a fome. Algumas pessoas relatam que só sentem a fome no início depois o corpo e o organismo acostuma e se adapta, mas nem sempre é assim.


Vídeo>> COMO EU PERDI 10 KG EM 20 DIAS | JEJUM INTERMITENTE SEM ACADEMIA- by Suzana Costa




Qual a média de peso que posso perder com Jejum Intermitente

Esta questão varia muito de cada organismo, e também do que você faz nos períodos que não está em jejum.
Não adianta fazer um jejum de 24 horas e depois quebrar com doces e alimentos hipercalóricos. Também varia o resultado se você pratica exercícios físicos que podem e devem ser praticados mesmo para quem faz o jejum intermitente.
O resultado do seu emagrecimento como em qualquer programa de redução de peso e medidas virá de acordo com seu esforço e comprometimento com seu objetivo mas se fizer com dedicação e vontade é certo que virá.

Posso praticar exercícios durante o jejum intermitente?

jejum-intermitente-dicasdacema-5

O ideal é esperar alguns poucos dias até o corpo se adaptar a pratica do jejum intermitente para evitar tonturas e mal-estar.
Se você já tem o habito de praticar exercícios em jejum não vai alterar muito o que já é seu costume nesse caso no começo é bom pegar mais leve, e não deixar de lado a suplementação.

Vídeo >>Quando Treinar durante Jejum Intermitente ? | Hormônios By Giancarlo Eidler




Posso tomar suplementos durante o jejum?

Os suplementos para quem pratica o jejum intermitente são importantes por conta da diminuição da ingestão de alimento, que consequentemente causa uma baixa nos nutrientes que ingerimos.
Suplementação mesmo para quem não pratica jejum se faz necessária já que nossa alimentação não é tão rica em nutrientes. A terra já não é tão rica e mesmo as frutas e verduras acabam ficando mais baixas em nutrientes. Mesmo para quem pode se dar ao luxo de consumir orgânicos, uma boa pedida é com o acompanhamento de um nutricionista ou medico, fazer a suplementação.

Quem não deve fazer o jejum intermitente

As mulheres em geral devem ter um melhor acompanhamento ao fazer o jejum intermitente pois já ocorreram alguns casos de mulheres que fizeram o jejum intermitente e tiveram alterações nos níveis de glicose, por esta razão é importante o acompanhamento do médico ou nutricionista.
As crianças, os adolescentes, as mulheres grávidas, mulheres que estejam tentando engravidar, mulheres que estejam amamentando, portadores de diabetes, portadores de distúrbios alimentares tais como anorexia ou bulimia, idosos e pessoas que se recuperam de cirurgia ou enfermidade grave não devem fazer o jejum intermitente, salvo sob orientação e acompanhamento total do profissional de saúde e por recomendação médica.


Quem pode fazer o jejum intermitente

Pessoas que buscam diminuição de peso, melhora da qualidade de vida, e que não possuam distúrbios alimentares ou restrições apontadas no tópico acima.

Vídeo >>  Como Fazer o Jejum Intermitente By Henrique Lima


Quais os tipos de jejum intermitente


Jejum de 16 horas, método 16/8 ou Protocolo Leangains

jejum-intermitente-dicasdacema-6

Este é o tipo mais comum de jejum intermitente, consiste em comer em uma janela de 8 horas por dia, e não comer nas outras 16 horas. Por exemplo:
Para quem dorme das 23h00 às 7h00. Neste tempo você já está com 8 horas de jejum. Para completar as 16 é só você entrar e m jejum 4 horas antes de dormir, ou seja, jantar antes das 19h00  e acrescentar  4 horas depois de acordar em jejum, acordando  as 7h, mas almoçando depois das 11h. Neste caso você só pula o café da manhã.
Dentro da janela de alimentação, você pode fazer 2 ou 3 refeições, ou até mais se quiser. Desde que distribua no período de 8 horas.

Para seguir este método, basta não comer nada depois da janta e pular o café da manhã. Se você terminou de jantar às 20h, só vai comer de novo às 12h do dia seguinte.
Pessoas que acordam com fome costumam ter dificuldade no começo, nesse caso você pode comer mais cedo e encerrar a janela de alimentação também mais cedo.

O que importa é você se adaptar de um jeito que fique fácil de seguir, respeitando seu organismo.
Você pode beber água, café e qualquer outra bebida não-calórica durante o período de jejum, o que ajuda a reduzir os níveis de fome.
Também é importante que você coma uma alimentação saudável durante a janela de alimentação. Você não vai emagrecer se ficar comendo errado por 8 horas  comidas muito calóricas ou nada saudáveis em excesso.



Jejum de 24 horas Protocolo Eat-Stop-Eat (Coma-Pare-Coma):


jejum-intermitente-dicasdacema-7

Neste sistema, o jejum é feito por 24 horas, duas vezes na semana. Por exemplo, se você jantar hoje as 21h00, vai ficar até amanhã as 21h em jejum, sem comer nada, mas claro, bebendo água, chá café sem açúcar, agua com limão, etc. Durante a semana você faz novamente do mesmo jeito, mais 24 horas de jejum, pode ser segunda e quinta , terça e sexta, como você preferir, mas de preferência não em seguida.
O método é um dos protocolos mais populares de jejum intermitente já há alguns anos.
Para segui-lo, basta jantar hoje e não comer mais nada até a hora de jantar do dia seguinte, exatamente 24 horas depois. Caso prefira, você também pode fazer o jejum da hora do almoço até o almoço do dia seguinte, ou do café da manhã até o próximo café da manhã no dia seguinte. O importante é que sua janela alimentar se abra somente depois de 24 horas, e nos intervalos, beba água, café, chá e outras bebidas não calóricas, sem nenhum tipo de alimentos sólidos ou açucares.
Jejuar por 24 horas pode ser difícil no começo, mas você não precisa ser tão radical. Pode começar com o método 16/8 ou 12/12 ou 14/10 e vai aumentando o seu tempo de jejum conforme fique mais fácil ou conforme orientação de seu nutricionista ou médico.



Dieta 5:2

Este não é bem um jejum, é mais uma restrição calórica. Neste protocolo a pessoa vai comer 2 dias na semana, apenas 500-600 calorias por dia. Nos outros dias a alimentação é normal, dentro das proporções para quem deseja eliminar peso, é claro.


jejum-intermitente-dicasdacema-8

A dieta foi popularizada pelo médico britânico Michael Mosley, aquele que mencionei lá em cima, do documentário, e que também depois publicou o livro sobre o tema em 2013.
Nos dias de dieta 5:2 é recomendado que as mulheres consumam 500 calorias e os homens 600.
A pesar de você não estar em jejum já que consumirá até 500 calorias distribuídas durante o dia da dieta, é possível emagrecer também com o método, já que você irá consumir menos calorias durante a semana. Só não pode é compensar e comer mais nos dias de alimentação sem restrição imposta.


Jejum Livre

A janela alimentar é você quem vai decidir quando abrir e por quanto tempo.
O sugerido é que seja no mínimo 12/12 para que o organismo tenha tempo de consumir o estoque de calorias. Também não é recomendado fazer períodos maiores que 24h em jejum.


Existem pessoas que já praticam o método a muito tempo e que chegam a ficar até 36 horas em jejum, mas não é recomendável.

Posso fazer o JI e mais alguma dieta?

Sim, a maioria das pessoas que fazem o Jejum intermitente optaram por ele por conta de não conseguir sucesso apenas com dieta. Muitas pessoas fazem o Jejum acompanhado de dieta low carb, paleo , dieta viva ou crua, ou  reeducação alimentar durante a janela de alimentação.

O ideal é ter sim um acompanhamento de nutricionista ou nutrólogo para balancear o que você ingere, já que com a  diminuição das refeições consequentemente diminui também a ingestão de nutrientes e vitaminas. Veja bem, não é que diminui a absorção, mas sim a quantidade que você come, portanto a que se pensar e equilibrar mais e melhor que vai comer nos períodos de alimentação.

Uma boa dica é acompanhar a alimentação viva, ensinada pela pesquisadora Mariza Nagayama, no livro Dieta Nua Crua e Gostosa

 Vídeo >> O QUE COMER NO JEJUM INTERMITENTE? E DEPOIS? DIETA DO JEJUM INTERMITENTE by André Ferrizzi





Qual o cardápio para jejum intermitente


Para o período em jejum você não come nada, mas pode e deve beber água. Pode beber também café, mas não muito, e chás, mas sem açúcar e se conseguir sem nenhum tipo de adoçante melhor ainda. Outra pratica costumeira e tomar água com limão espremido, sem nenhum tipo de adoçante. Chá de camomila, erva cidreira, erva doce são recomendados, sem adoçar.
Para quebrar o jejum e iniciar a janela alimentar recomenda se frutas e proteína, ovos, carnes, queijos magros. Alimentos low carb além de ajudar a manter a eliminação de gorduras e perda de peso, trazem saciedade.
Alimentação crua (verduras, frutas, oleaginosas, nozes e vegetais) também aumenta os níveis de saciedade e melhora a absorção dos nutrientes.
É bom evitar alimentos muito calóricos, já que a intenção é eliminar excesso de peso.
Uma boa pedida para iniciar a janela alimentar é um suco verde, feito com uma a duas frutas uma folha  de couve.

jejum-intermitente-dicasdacema-9

Depois disso você pode comer uma tapioca, ou batata doce, ou pão de preferência integral ou ovos cozidos, castanhas,  algo que tenha mais proteínas e menos ou nenhuma gordura.
É importante encaixar na sua janela alimentar a ingestão de frutas e verduras e legumes além das proteínas para que não haja deficiência nutricional.
Nada de balinhas sem açúcar, chicletes, petiscos, leite, iogurtes, refrigerante dieth ou  ligth ou zero, sucos diet ou light ou coisas desse tipo durante os períodos em jejum.
E não esqueça, reforçando mais uma vez, beba água, de dois a três litros. Além de ajudar a controlar a fome no começo do jejum, evita a constipação do intestino e a desidratação.
Onde encontrar apoio e orientação grátis da internet

Existem vários grupos de jejum intermitente no FaceBook onde as pessoas praticantes do jejum trocam experiências, contam suas descobertas e se apoiam para chegarem ao objetivo final. É só fazer uma busca rápida pelo FaceBook que logo já aparecem vários grupos deste tema.
Também existem vários vídeos no youtube explicando sobre a pratica e passando dicas e orientações  conforme os vídeos que vou deixar aqui abaixo.

Se ficou com alguma dúvida, comente abaixo que iremos atrás para tentar responder da melhor maneira possível.
Não se esqueça essas são apenas informações mas não um manual de orientação, para iniciar esta ou qualquer outra forma de dieta ou método para emagrecer procure a orientação de um profissional da saúde sempre .

Espero que vocês tenham gostado da dica de hoje, se este post foi útil para você compartilhe com seus amigos.

Um abraço e até a próxima postagem.

Acompanhe o dicas nas redes sociais:


Se inscreva no canal: YouTube

Curta a página :        Facebook

Siga no twitter:         Twitter

Adicione no:             Google Plus






Tags: emagrecer, jejum, jejum intermitente, dieta, dica de dieta, como emagrecer, como jejuar, jejum com saude





Um comentário:

  1. Olá
    Eu faço jejum intermitente a uns três meses, mas meio que pulo a regra nos finais de semana. Eu percebi que fiquei muito menos compulsiva por comida desde que comecei.

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir